INTEGRAÇÃO DA VIDA – Aceitação, Autenticidade e Responsabilidade.

Poderíamos dizer que a grande maioria das pessoas possuem grandes conflitos onde e se sentem incapazes de administrar sua vida familiar com a profissional. A resposta, que sempre escutamos, nos parece clara: é preciso que haja um equilíbrio no tempo em que passamos exercendo cada um dos papéis.

Quando buscamos este equilíbrio, passamos a dividir a nossa vida e, neste caso, criamos algumas situações. Podemos citar determinados desafios que passam a fazer parte do nosso cotidiano ao buscar esse equilíbrio, que são: a dificuldade de estar realmente presente, a Síndrome do Malabarista e a determinação do tempo como objetivo.

A dificuldade de estar totalmente presente, acontece quando separamos o momento profissional do familiar e mesmo estando com as pessoas mais queridas desse mundo, nossa mente insiste em pensar na pendência que deverá ser resolvida ao voltar ao trabalho e vice e versa, ou seja, apesar de estarmos praticando aquilo que nos propusemos, não conseguimos focar com qualidade naquele momento.

A Síndrome do Malabarista é aquela em que equilibramos na balança a família e o trabalho, mas nos esquecemos de nós mesmos e assim desenvolvemos um estilo de vida onde os nossos próprios interesses e necessidades não recebem a devida atenção ficando assim, totalmente, em último plano.

E ainda, quando transformamos o tempo em um objetivo, ou seja, ele se torna um fim quando na verdade deveria ser apenas um recurso bem administrado. Usar técnicas de administração do tempo auxiliam neste resultado de forma que podemos estruturar este recurso a nosso favor.

O que você acha de promover uma verdadeira integração na sua vida? Ou você prefere ficar equilibrando família e trabalho?

Esta proposta estabelece uma visão mais contemporânea do termo “estilo de vida” que passa a ser definido como: a integração de todas as esferas de sua existência de modo harmônico e satisfatório, ou seja, buscar a satisfação das três necessidades básicas do indivíduo (autonomia, competência e relacionamento) nas diferentes situações de sua vida, objetivando a realização em cada aspecto de sua existência.

Podemos resumir nas seguintes palavras: SER COMPETENTE, TER AUTONOMIA E DESENVOLVER BONS RELACIONAMENTOS NA VIDA PESSOAL, PROFISSIONAL E FAMILIAR. Conseguimos desenvolver esta integração se trabalharmos internamente e aplicarmos no nosso dia a dia conceitos que contribuem para esta realização sendo, por exemplo: mindfulness (atenção plena), a aceitação, a autenticidade e a responsabilidade.

De acordo com Charles Spurgeon, não é o quanto nós temos, mas o quanto aproveitamos que define a nossa felicidade, portanto, buscar meios de se desenvolver e de se tornar uma pessoa verdadeiramente melhor é um grande caminho para a realização. A determinação do seu estilo de vida é você quem estabelece a partir de práticas constantes e diárias. Alcançar a integração de sua vida depende somente de você! Siga em frente!

Se você gostou deste artigo, deixe o seu comentário! Vamos partilhar conhecimento e experiências! O nosso melhor sempre!

Add A Comment