O BENEFÍCIO DE SER OTIMISTA

Dentro do meu trabalho de estudo embasado na Psicologia Positiva, e toda a estrutura de desenvolvimento do Programa Florescer, um assunto que merece devido destaque diz respeito a forma que as pessoas encaram a vida. Por incrível que pareça, existem apenas duas possibilidades: a pessimista e a otimista.

 

A principal característica dos pessimistas é que eles tendem a acreditar que situações ruins vão se prolongar por muito tempo. Neste caso, eles insistem em afirmar que tal acontecimento irá atrapalhar tudo o que fizerem e, ainda, que o que aconteceu é por culpa única e exclusiva deles!

 

Acredite, o fator negativo é tão pesado para essas pessoas que elas se sentem responsáveis por eventos da própria natureza, onde qualquer controle é humanamente impossível! Já me deparei com situações críticas a respeito. A crença em que “tudo acontece comigo” é capaz de mover montanhas! Pesquisas criteriosas revelam que pessoas com pensamentos pessimistas são capazes de transformar contratempos em verdadeiros desastres!

 

Já os otimistas, quando se deparam com eventos negativos tem pensamentos completamente opostos aos pessimistas. Eles encaram a derrota como algo passageiro ou até mesmo como um aprendizado positivo. Outro fator importante é o olhar sobre a causa do fato negativo. Eles realmente acreditam que a causa é específica a este evento e que a derrota não é culpa deles nomeando circunstâncias e, até mesmo, pessoas para justificar qualquer situação.

 

Esses dois modelos de pensamento tem suas consequências e a principal delas é que os pessimistas desistem mais rápido e são mais propensos a depressão, sendo que os otimistas se saem bem melhor na escola, na faculdade, no trabalho e nos esportes, tendo uma saúde extraordinária!

 

Martin Seligman, o pai da Psicologia Positiva, afirma que os ambientes de trabalho e as escolas funcionam sob a suposição de que o sucesso resulta na combinação de talento e vontade, concluindo que se ocorrer o fracasso é porque faltou talento ou vontade. Mas, ele alerta, de forma categórica, que o fracasso também pode acontecer quando talento e vontade estão presentes em abundância e neste caso ocorre a falta de um único fator: o otimismo. Fica o alerta!

 

Você já parou para pensar nos benefícios de ser otimista? E se eu disser que é possível aprender a ser otimista, isso parece interessante? Nosso jeito de pensar não é imutável. Uma das descobertas mais importantes da psicologia é que os indivíduos podem escolher a sua forma de pensar. Isso não é maravilhoso?!

 

Encanta-me ter a certeza de que, simplesmente, é você quem define ser otimista ou não.

 

O benefício de ser otimista, foi através deste aprendizado que pude detectar em minhas atitudes aquilo que para mim iria trazer mais benefícios. Uma escolha importante e, consequentemente, uma simples decisão que faz parte da própria felicidade!

Add A Comment